Seguir

segunda-feira, 12 de julho de 2010

"A maioria das pessoas"




olá pessoal,esse negócio de blog acaba se tornando um vício,saudavel...rsrsrsrrs
Pois é to aqui de volta louca para escrever...como já disse:- "VIVA O ÓCIO PRODUTIVO",heheheheh


O que é ser diferente para você?

Penso que ser diferente( em qualquer maneira, forma,estilo, mentalmente, fisicamente, e etc...) é meio complicado, sei que cada um tem suas pecularidades e etc...e tal,mas quando se tem consciência dessa diferença, dependendo da pessoa é bom como também pode ser ruim, pois cada um tem seu tempo para assimilar e acomodar tais diferenças. Creio que é uma sensação e percepção que vai do trágico ao cômico( falo porque vivo isso na pele diariamente, rsrsrs)

É trágico, porque você sente e percebe, que não é igual a maioria. Você não aprecia as mesmas coisas que os outros na maioria das vezes,ou não é igual em algum aspecto fícico, rsrsrsr.

A maioria das pessoas gostam de estar em "bando", agrupados. Também gostam de falar bastante, sejam elas conversas importantes ou pura bobagen.
A maioria das pessoas curtem a descontração, dão risadas a "toa"...não sei se elas(es) se importam com essa turbulência(de falar, falar sem parar), eu não consigo( só na fase da mania, rsrsrrs)mas com o tempo e com disciplina( que é fundamental para minha organização mental/ física eu consigo me organizar)...acho que a maioria por serem pessoas malhaveis como já citei em outro texto, se adaptam ao improviso( de escutar,escutar, falar, falar), que suportam muito bem a expectativa não correspondida...


A maioria das pessoas possuem tolerância como se, fosse um elástico, que pode ser bem esticado.Por que, dificilmente, vai arrebentar. Até pode "esgaçar",mas não romper...já a minha tolêrancia dependendo da fase é minima, mas tento administra-la, heheheheh
A maioria das pessoas que se comportam e agem assim(escutare falar sem parar) são consideradas e, principalmente,vistas como "normais"


Então quem não age assim falando pelos cotovelos sem cessar é visto como "anormal", ou pelo menos "esquisitos"

Assim eu penso e sinto...e você percebe como?

Bom agora o lado cômico de tudo isso...Para o "anormal", os outros é que são estranhos ou esquesitos...hehheehhe
Parece que eles, não conseguem,ficar sozinhos, por muito tempo,da a impressão que não apreciam sua própria companhia.
Parece que eles têm uma necessidade imensa de ficar falando todo tempo, sem parar, sem tormar um folego, sem respirar...me dá uma agônia em ver pessoas assim,rsrsrsr

Não me tirem pra "bixo do mato", rsrsrsrs
mas que é estranho esse comportamento...Ah!! isso é...


Não conseguem falar consigo mesmo, no silêncio, seja pensando,vendo um filme, escrevendo ou lendo

E dizem que isso tudo é "normal" será? depende por onde você olha, percebe...eu particularmente acho muito engraçado essa metralhadora de palavras, as vezes fico sonza, rsrsrsrs

É tão bom ficar a sós com nossos pensamentos, emoções, sensações e percepções que temos da vida...dos fatos...não que não seja bom trocar...mas não entendo "A maioria das pessoas" que têm esta necessidade de falar sem parar ou não conseguem ficar curtindo sua própria companhia, porque com certeza não se conhecem( ou preferem nem conhecer-se,rsrsrsrs...

E depois isso tudo é "normal", rsrsrsrs

Bom pessoal, fico por aqui, graças a Deus hoje não estou com insônia, e pesquisando por aii...encomtrei um "blog" bem diferente do meu com poesias, ficção, vale a pena conferir...Anotem aiii queridos blogueiros www.danicossio.blogspot.com

texto de Ana Cristina Marques Silveira

4 comentários:

Patrícia disse...

Oi Cristina! Gostei do teu texto, do teu blog... E adorei tua sinceridade! Na minha opinião não existe ninguém normal, todos são diferentes, todos nós somos únicos. O que é SER NORMAL? Sinceramente... Existe a maioria que gosta de viver igual a todo mundo, de fazer o que todos fazem, imitar mesmo!rsrsrs! E nem se dão conta disso!!! Sobre falar demais, eu só falo demais quando estou ansiosa, caso contrário gosto muito do silêncio, de estar comigo, ler, assistir algum filme, ler um livro interessante, pensar... Algumas vezes eu gosto de conversar, por exemplo, contando algo muito legal pra alguma amiga! Mas, lembro muito de mim falando por que estou mal, por que estou ansiosa, inventando assunto, talvez até pra ficar igual a maioria, ou tentar... Mas, não sou igual. Também não sou igual a maioria e gosto disso. Acho pessoas iguais chatas, monótonas... É legal ser diferente! É muito mais interessante conviver com pessoas diferentes!!!
Um Beijão e continua escrevendo! Vou adorar te visitar por aqui e deixar um recadinho!!! :)

falando sobre bipolaridade disse...

Oi Patricia, concordo plenamente com você a maioria, acaba ficando "igual" e não percebem como poderiam ser bem mais ricas e interessantes se permitesem liberar seu eu interior.
Também me considero diferente, pois só falo quando creio que vale a pena. Falar por falar sem ter nada para acrescentar acho uma chatice, rsrsrsr
Seja sempre bem vinda. Teus comentários enriquessem, pois assim trocamos, e nesse tema parece que nós identificamos muito,hehehehe
Bjãooo

Vanessa disse...

Patricia... lindo blog, parabéns...
acho q se todos fosemos iguais, seria pouco divertido!
cada um de nos temos carateristicas que nos diferenciam do resto... conheço gente calada, mas q tem atitude, e outras que esperneam mas nao fazem nada..
nesta vida ja vi e ja conheci de tudo.
me diferencio do resto, sempre, desde pequena percevi que tinha algo diferente... so que nao sabia por que... com o passar dos anos, e sendo adolescente me dei de conta que o resto dos meus colegas começabam a me pedir que intercedesse perante os professores...
respondía: por que eu? vcs nao querem falar? se acham injusto, entao reclamen...
e la estaba eu... falando com professores por questoes as vezes insignificantes.. e me tornei portavoz da minha turma.
e nao mudei...as vezes fico pensando.. sera que faço bem em falar tudo o q penso? o que sinto?
tudo bem... nao mudei e nao vou mudar...
agradeço ser assim...pois poucas pessoas tem o atrevimento de me pisar.
odeio fofoca.. e quando alguma pessoa vem e me fofoca coisas dos outros... tenho a costume de chamar aquela pessoa em questao, e disser: bueno, agora q estamos todos, fala tu pra ela!!! pra mim nao!
e levei cada bronca por isso! hahahah...
tudo bem... consigo sobreviver...
cada um tem seu jeito de ser, e cabe a todos considerar esa diversidade...
ao final de contas, o ser humano, sem socializar, nao consegue viver.
um abraço, continue escrevendo sobre temas que sao divertidos de ler...

Denio disse...

Patricia, já tinha feito alguns comentários sobre os assuntos em pauta, a vida é uma trilha cheia de pontinhos que são nossos momentos, não existe um momento igual ao outro, por isso nada é imutável, tudo muda e a vezes não estamos preparados para as mudanças ou as vezes não queremos mudar e em muitas ocasiões nos acustamos com o que temos e o meio onde vivemos exerce uma força impressionante sobre nosso modo de vida, alguém como eu de Uruguaiana que saiu de lá com 18 anos hoje sou diferente dos amigos que ficaram lá, por isso tudo é tão dificil para nós, mas uma coisa não pode mudar nossa essência aquilo que somos lá dentro, temos que procurar preservar isso e não ser como diz um ditado "maria vai com as outras" e nunca é tarde para mudar temos que ser camaleões sempre que for possível pois o que é estático morre ou fica inerte no tempo. E o mais dificil disto tudo são as pessoas estas muitas vezes entram no circulo eterno e não se encontram, por isso a infelicidade o vazio de nossas vidas, mude antes que seja tarde pois aqui vamos permancer por tempo LIMITADO. abs